ABTRA completa 30 anos de lutas pelo desenvolvimento do comércio exterior brasileiro

Angelino Caputo e Oliveira, Diretor-Executivo da Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (ABTRA), comenta as razões para o sucesso da empresa e os planos para o futuro.

Quais as principais vitórias da entidade nos últimos tempos?

A ABTRA tem uma trajetória vitoriosa desde a sua criação, em 1989. Criada inicialmente no Porto de Santos para consolidar o conceito do retroporto como área de apoio às operações portuárias, aliviando as áreas próximas aos cais para novos embarques e desembarques, sem comprometer o controle aduaneiro das cargas ainda não nacionalizadas, a entidade evoluiu ao longo dos seus 30 anos de existência, assumindo relevância em nível nacional como entidade que atua em defesa das instalações portuárias que possuem recintos alfandegados, atuando sempre como  parceira dos órgãos anuentes do comércio exterior. 

Mais recentemente, com o advento do AFC – Acordo de Facilitação do Comércio, criado na reunião interministerial dos países membros da OMC ocorrida em Bali, em 2013, a ABTRA vem apoiando seus associados nas necessárias adaptações de seus modelos de negócio, bem como contribuindo com o governo na implantação do Portal Único do Comércio Exterior.

Qual o segredo do sucesso?

A ABTRA é um grande time e o segredo do seu sucesso é o envolvimento e participação efetiva dos colaboradores e associados, quer seja nas Assembleias Gerais, no Conselho de Administração e no Conselho Fiscal, quer seja nos grupos de trabalhos, onde são encaminhadas as necessidades dessa coletividade para a melhoria da eficiência operacional de cada um dos associados, bem como das soluções de TI que apoiam essas operações. Essa vivência em comunidade também favorece a relação institucional com os órgãos governamentais, pois é possível consolidar o interesse coletivo do setor e apoiar, sob o ponto de vista privado, o desenvolvimento do comércio exterior brasileiro. No final todos ganham experiência e aprimoram seus respectivos exercícios profissionais.

Quais são os planos para o futuro?

Para o futuro nosso planejamento estratégico direciona a consolidação das parcerias com os órgãos anuentes, assumindo maior importância no processamento dos sistemas informatizados que suportam a logística do comércio exterior brasileiro. Também vemos potencial para ampliação do número de associados, atuando em todos os estados do Brasil, bem como a representação institucional de recintos alfandegados que não sejam somente instalações portuárias, como, por exemplo, terminais aeroportuários e pontos aduaneiros próximos às fronteiras terrestres. Além disso, a ABTRA quer se consolidar como a entidade que promove a inovação tecnológica para o setor portuário, orquestrando as necessidades reais de seus associados com a comunidade científica, as empresas fornecedoras de soluções de TI, o meio acadêmico e as entidades que atuam na incubação e aceleração de empresas inovadoras.



Adicionar Comentário